Terça-feira , 25 de Janeiro de 2022

MÍDIA CENTER

Dal sugere a recuperação do trecho da BA-270 que liga Canavieiras à BR-101

Publicado em: 04/12/2021 06:41
Editoria: Notícia

Deputado Dal (PP)
Foto: Arquivo/ASCOM

O deputado Dal (PP) apresentou, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), com endereçamento ao governador Rui Costa, indicação sugerindo a recuperação e requalificação da rodovia BA-270, que liga Canavieiras à BR-101. Segundo o parlamentar, o trecho não apresenta condições adequadas para o tráfego, comprometendo a segurança de quem passa precisa realizar o trajeto.

“São mais de 20 km de estrada esburacada, o que tem causado vários acidentes de trânsito, principalmente com motociclistas e prejuízos financeiros aos motoristas, uma vez que as péssimas condições da BA tem causado danos aos veículos”, argumentou.

Conforme ressaltou o deputado, o fluxo de veículos na via é intenso, conduzindo moradores da região que se deslocam para o município e turistas. Por isto, segundo Dal, há um clamor da população para que a obra seja realizada. Além disso, o legislador destacou a importância da requalificação do trecho para o desenvolvimento do Estado.

“Investir na recuperação de estradas significa promover o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento no Estado da Bahia, em especial, nas regiões beneficiadas, pois, o escoamento dos produtos e insumos agrícolas são feitos geralmente por transporte rodoviário”, afirmou.

De acordo com Dal, por conta da grande extensão do Estado da Bahia é de suma importância a realização de obras, tanto na manutenção quanto na recuperação e requalificação das estradas, gerando rapidez e eficácia na mobilidade, principalmente no que se refere ao transporte de mercadorias.

“A BA-270 que liga o município de Canavieiras à BR – 101 é de extrema importância, já que o município possui uma economia voltada principalmente à agropecuária, pesca e o turismo, além de possuir um dos grandes rebanhos bovinos da Bahia. Portanto a qualidade das estradas é essencial para o escoamento da produção e o fomento do turismo na região”, concluiu.



Compartilhar: