MÍDIA CENTER

Laerte do Vando quer instituir o Dia Estadual da Juventude Rural

Publicado em: 15/10/2021 07:22
Editoria: Notícia

Deputado Laerte do Vando (PSC)
Foto: Arquivo/ASCOM

A permanência do jovem no campo é fundamental para a produção de alimentos. O problema é que as condições da atividade não têm sido das mais atrativas. Pensando nisso, o deputado Laerte do Vando (PSC) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) no qual institui a data de 15 de julho como Dia Estadual da Juventude Rural. Para ele, há uma necessidade premente de valorização da juventude rural, que se mantém no trabalho agropastoril diante de muitas dificuldades.

“A juventude rural no Estado da Bahia enfrenta em seu cotidiano situações adversas caracterizadas pela exclusão do sistema produtivo, em razão do precário acesso aos serviços e recursos de infraestrutura e de políticas públicas específicas para a juventude”, justifica o parlamentar, acrescentando que, “na maioria das vezes, a participação da gestão da unidade familiar no campo não é remunerada, além de possuir uma limitação na sua autonomia”.

“Ao instituir o dia 15 de julho como o Dia Estadual da Juventude Rural, homenageamos e valorizamos os jovens que exercem atividades ligadas à agricultura e pecuária e também ampliamos as discussões sobre a importância dessa parcela e seu trabalho no campo”, disse, explicando que sua intenção é “promover a conscientização da população sobre a valorização da juventude do campo e estimular o poder público a promover políticas como acesso à internet, educação de qualidade, socialização e lazer para os jovens, entre outras medidas”.

De acordo com a proposição, a criação da data será uma oportunidade para desenvolver seminários, palestras, debates e diversas discussões estimulando o jovem a permanecer e investir no campo. O deputado destaca que é preciso conscientizar a população para a valorização, bem como estimular o acesso à internet próximo de suas casas. “Esse projeto teve como base as Leis n° 11.361/1999, do Estado do Rio Grande do Sul, e n° 20.400/2020, do Estado do Paraná. 



Compartilhar: