MÍDIA CENTER

Deputados debatem situação do Planserv

Publicado em: 07/02/2019 22:21
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) realizou, nesta quinta-feira (7), a terceira sessão ordinária da 19ª Legislatura. Com os trabalhos dirigidos pela deputada Maria del Carmen (PT), 1ª secretária da Mesa Diretora, os líderes da maioria, deputado Rosemberg Pinto (PT), e o da minoria, Targino Machado (DEM), retomaram o debate sobre a paralisação dos médicos em relação aos atendimentos do Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv).

Ao iniciar seu discurso no pequeno expediente, o deputado Targino Machado (DEM) disse que protocolou na ALBA dois projetos. “O primeiro texto assegura aos jovens de até 20 anos pertencentes às famílias de baixa renda, na forma da lei, o acesso a locais que promovam eventos culturais, esportivos e de lazer na Bahia em locais públicos ou privados mediante pagamento da metade do preço do ingresso cobrado ao público em geral”, descreveu o democrata. Já o segundo projeto trata de tornar obrigatória a disponibilização de intérpretes de língua brasileira de sinais, a Libras, nas salas de teatro na Bahia. “O estabelecimento fica obrigado a fixar em local visível um cartaz informativo sobre a presente lei contendo o seguinte texto: ‘todo cidadão com deficiência auditiva tem o direito de solicitar um intérprete de Libras para acesso aos espetáculos deste estabelecimento’”, frisou o legislador, que mencionou ainda ter protocolado uma indicação pedindo ao governador Rui Costa que obrigue as empresas de transporte interestadual a implantarem nos principais terminais rodoviários do estado da Bahia totens de autoatendimento para os usuários.

Targino Machado também retomou um debate com o líder governista Rosemberg Pinto a respeito do reajuste da tabela de valores pagos pelo Planserv aos médicos na Bahia. “Vossa excelência disse que tem planos de saúde que pagam valores menores. Eu gostaria de pedir a vossa excelência que verificasse isso. A não ser que vossa excelência queira comparar o Planserv a planos de saúde de terceira ou quarta categoria. E tenho certeza que não deseja isso para nossos funcionários públicos. Não estou também querendo guinar o Planserv ao nível das melhores bandeiras. Precisamos encontrar uma solução equilibrada para contemplar os 500 mil beneficiários do plano”. 

Em tom conciliador, Rosemberg Pinto prometeu levantar os dados e reconheceu o pleito dos profissionais da saúde. “É uma discussão legítima de reajuste dos médicos e, principalmente, dos anestesistas. O que eu coloquei é que é uma categoria que não poderia levar a essa instância para tratar as suas disputas econômicas, principalmente de um plano que atende essencialmente servidores e muitas pessoas, inclusive, que ganham abaixo do salário-mínimo”, explicou o líder da bancada do governo na Casa.

O parlamentar petista também usou a tribuna para lamentar a fala do ex-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), que foi vaiado quando discursava para um público de estudantes na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Salvador (BA). “No que pese a compreensão da prisão política do ex-presidente Lula, ele foi extremamente infeliz nas suas colocações, e por isso mereceu a manifestação negativa de todos os participantes daquele evento”, disse.

Ainda em seu discurso, Rosemberg registrou a entrega de trecho recuperado de 17,5 quilômetros da BA-084 em visita a Irará e Água Fria, onde esteve acompanhado do governador Rui Costa. “Um importante vetor de mobilidade, criando uma alternativa rápida e segura para quem sai da região do Sisal”, destacou.

Quem também subiu à tribuna do Plenário Orlando Spínola foi a deputada Fabíola Mansur (PSB). A socialista anunciou que fará parte da comitiva do Governo do Estado na entrega da pavimentação de trecho da rodovia BA-799, em América Dourada, microrregião de Irecê, nesta sexta-feira (8). “Uma importante obra para esta cidade que tem a marca do nosso trabalho, através da prefeita Rose e da vereadora Eneda”, disse. A socialista aproveitou para destacar a deputada Maria del Carmen na presidência dos trabalhos: “Quero também elogiar essa presidência que vossa excelência agora assume e que foi rotina ao longo dessa semana. Essa gestão do presidente Nelson Leal já é diferente por ter três mulheres na Mesa: vossa excelência e as deputadas Ivana Bastos (PSD) e Talita Oliveira (PSL)”.

O deputado Jacó (PT) usou seu tempo no pequeno expediente para falar da mensagem lida pelo governador Rui Costa no ato solene que marcou a abertura dos trabalhos do Legislativo baiano na última segunda-feira (4). “Ele fez um balanço e apresentou para a sociedade, para nós deputados, os seus planos. Eu gostaria de destacar que o governador Rui Costa foi reeleito com quase 80% dos votos dos baianos porque o governo dele implementou políticas públicas que ajudaram a melhorar a vida das pessoas com entrega de hospitais, policlínicas, escolas reformadas, estradas, políticas de incentivo à agricultura familiar, à assistência técnica”, elencou Jacó. 

“Quando ele chama para si o compromisso de melhorar os índices da educação no nosso estado, isso é motivo de alegria e nós aplaudimos o nosso governador. Serão mais de 600 quadras cobertas, implementadas, algo em torno de 60 escolas novas construídas. É um conjunto de políticas que efetivamente vão melhorar a vida do nosso povo”, disse o deputado petista. 

A realização da terceira sessão ordinária permite que sejam instaladas, a partir de segunda-feira (11), as comissões permanentes da ALBA.



Compartilhar: