Quinta-feira , 30 de Junho de 2022

MÍDIA CENTER

Angelo Coronel participa na ALBA do Seminário Estratégia Bahia de Ciência, Tecnologia e Inovação

Publicado em: 28/03/2018 16:48
Editoria: Presidência

Ao lado da senadora Lídice da Mata(PSB), o presidente da Assembleia Legislativa – ALBA, Angelo Coronel, participou hoje (28.03) da solenidade de abertura do Seminário Estratégia Bahia de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizado no auditório Jornalista Jorge Calmon, na ALBA. O evento, que discute a revisão do Marco Legal e da Política Estadual de CT&I, é organizado pela Comissão de Educação, Cultura, Ciência,Tecnologia e Serviço Público da ALBA, presidida pela deputada Fabíola Mansur (PSB), em parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

A Ciência, Tecnologia e Inovação vai contar com todo o apoio possível da Assembleia Legislativa. Não só estamos cedendo nosso auditório para o seminário, mas garantindo que qualquer proposição de natureza legal será debatida rapidamente pelos 63 deputados que compõem a ALBA. Nesse mundo virtual, que cabe na palma da mão, a CT&I é fundamental para acelerarmos o desenvolvimento econômico e social da Bahia”, disse Coronel na abertura do encontro técnico-científico.

O seminário reuniu representantes de todos os segmentos do setor, como empresários, acadêmicos, estudantes, técnicos, parlamentares, gestores públicos e o setor financeiro, debatendo diversos eixos, como a expansão do ecossistema de CT&I, a inovação nos institutos de Ciência e Tecnologia e na iniciativa privada, dentre outros. O debate resultou na elaboração de um documento com desafios, metas e orientações sobre investimentos públicos e privados para os próximos dez anos, e base para o Marco Legal, seus instrumentos e outras políticas.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Vivaldo Mendonça, destacou a CT&I como fundamental para a produção de bens e serviços, melhoria da qualidade de vida e ampliação da cidadania. “O resultado desse Seminário foi o estabelecimento de uma estratégia estadual de ciência, tecnologia e inovação, com atualização do Marco Legal e ampliação do centro de pesquisa e de iniciativas dos núcleos de inovação tecnológica na capital e no interior”, destaca Mendonça.


DIVERSIDADE EM PAINEIS


O Seminário Estratégia Bahia de Ciência, Tecnologia e Inovação foi dividido em paineis. O primeiro, ‘Novos Paradigmas de CT&I’, teve a participação de Ruben Delgado, Presidente da Softex; Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai-DN; Jailson Bittencourt, presidente da Academia de Ciência das Bahia; Iomani Engelmann, vice-presidente de negócios da Associação Catarinense de Tecnologia; Jorge Almeida Guimarães, diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii); e Alberto Duarte Vilarinhos, chefe geral da Embrapa Mandioca e Fruticultura.

Coordenado pela deputada Fabíola Mansur, o segundo painel contou com a participação de Evandro Mazo, superintendente do IEl – FIEB; Domingos Leonelli Neto, presidente do conselho diretor do Instituto Pensar; Alonso Oliveira Neto, diretor do Sindicato das Empresas de Internet da Bahia (SEINESBA); Grinaldo Oliveira, coordenador geral de infraestrutura em TI da Secti; Lázaro Cunha, presidente da Fapesb; e Aristeu Vieira da Silva, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual de Feira de Santana (UESF).

O terceiro e último painel, ‘O Marco Legal de CT&I’, contou com as presenças do Assessor de Planejamento e Gestão da Secti, Edson Valadares; Gesil Sampaio Amarante, da FORTEC; Tânia Maria Diederichs, da UFBA; e Paulo Moreno, procurador-geral do Estado da Bahia.



Compartilhar: