MÍDIA CENTER

Nelson Leal se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e critica Reforma da Previdência

Publicado em: 16/04/2019 21:10
Setor responsável: Notícia

anerCasaes/AgênciaALBA
O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal, participou nessa terça-feira (16) de audiências no Congresso Nacional, com os presidentes do Senado Federal, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, acompanhando os presidentes das assembleias legislativas do Nordeste, o ParlaNordeste. Os deputados nordestinos fizeram a entrega da Carta de São Luís, documento que defende de forma vigorosa de instituições “indispensáveis” ao desenvolvimento e às economias da região, como a Chesf, o BNB, Sudene, Codesvasf e o Dnocs.


Para o presidente da ALBA “foi um dia importante, de afirmação da unidade dos parlamentos do Nordeste, que defendem ajustes na Reforma da Previdência, que não apoiam o modelo apresentado. Expusemos para os presidentes das duas casas do Congresso uma posição unificada”. Ele explicou ainda que o ParlaNordeste apoia integralmente a PEC-172, que retira dos estados e municípios a obrigação de arcar com políticas públicas da União.


Com relação à Previdência, tema que catalisa as atenções do mundo político nacional, o deputado Nelson Leal defendeu a retirada de alguns pontos da proposta que tramita no Congresso: “A redução do benefício de prestação continuada (BPC) para R$ 400; o modelo de capitalização, pois se o trabalhador ficar muito tempo sem emprego formal e não contribuir, nunca conseguirá se aposentar ou se aposentará mal; e a retirada da Previdência da Constituição, pois entende que esse tema, assim como assistência e seguridade social são obrigações do Estado”.


O deputado Júnior Muniz (PP) também participou das audiências e igualmente defende as reivindicações descritas na “Carta de São Luís”, fruto da reunião do ParlaNordeste do último dia 29 de março: “Uma das preocupações principais desta frente nordestina é de fixar posição contrária a uma possível fusão do Banco do Nordeste com o BNDES”. O senador Davi Alcolumbre se comprometeu a intermediar com o chefe da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni, a não extinção do BNB”, relatou o presidente da ALBA.


Ele considerou os encontros no Congresso Nacional como “muito produtivos”, pois “reforçamos as posições em defesa do Nordeste e de um Legislativo forte. Temos o consórcio dos Estados do Nordeste, criado recentemente pelos nove governadores da região e presidido pelo governador Rui Costa, que irá nos ajudar a destravar gargalos em infraestrutura e desenvolvimento. E faremos isso mais rapidamente se estivermos unidos e mais fortes”, arrematou.


Também participaram– suprapartidariamente – das audiências em Brasília o senador Jaques Wagner e os deputados federais Cláudio Cajado, Jorge Solla, Afonso Florence, Cacá Leão, Daniel Almeida, Bacelar, Valmir Assunção, Adolfo Viana, Sargento Isidório, Charles Fernandes e Paulo Magalhães. 


Compartilhar: