Quinta-feira , 30 de Junho de 2022
ESCOLA DO LEGISLATIVO

Estudantes do Projeto Deputado Jovem Baiano conhecem rotina do Legislativo

Publicado em: 10/05/2022 19:16
Editoria: Escola do Legislativo

Estutandes ouviram atentamente a deputada Maria del Carmen Lula (PT)
Foto: JulianaAndrade/AgênciaALBA
De terno e gravata, camisa social e sapato de couro, como manda o figurino. Caique Gabriel, 19 anos, natural de Una, é um dos 22 participantes do projeto-piloto Deputado Jovem Baiano, uma parceria firmada entre a Assembleia Legislativa, a Secretaria Estadual de Educação (SEC) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), como forma de inserir a juventude na temática da política e cidadania. Nesta terça-feira pela manhã (10), já no segundo dia de acompanhamento das atividades parlamentares, o estudante considerou “magnífica” a experiência em aprender como se dá todo o processo de elaboração, tramitação e aprovação dos projetos de lei que transformam a vida dos baianos. Na bagagem, quando voltar para seu município, Caique diz que vai compartilhar, com amigos, colegas da escola e pessoas da comunidade, os relevantes ensinamentos adquiridos na ALBA. "Quero incentivar ainda mais os jovens da minha região à mobilização em torno da agenda política, apresentando para eles que suas dificuldades e seus problemas devem ter amparo e busca de soluções na Casa das Leis ", afirmou.



Vivenciar de perto os caminhos da política tem sido incrível, garante Rute Elane, também de 19 anos, vinda direto de Santa Maria da Vitória. Nesse pouco tempo em contato com o cotidiano da Casa, ela procurou entender como ocorre a articulação dos partidos, visando a aprovação dos projetos. Rute está convencida de que os jovens devem ocupar os espaços na esfera política, com um envolvimento maior no ambiente acadêmico e também nos lugares onde moram. A jovem deputada enaltece a iniciativa, uma prévia do Parlamento Jovem que acontecerá em novembro deste ano, e tem como perspectiva de futuro se engajar ainda mais nos debates em favor das mulheres e da juventude, candidatando-se brevemente a um cargo eletivo na sua cidade natal.



Os alunos das escolas estaduais que integram o projeto vieram de todas as regiões. Eles formaram a plateia das comissões permanentes. No Colegiado da Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, ouviram a deputada Maria del Carmen  Lula (PT) falar sobre a participação deles na construção de uma nova sociedade, "despertando outros jovens para a importância de se fazer representar no legislativo". Na Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviços Públicos, os estudantes tiveram uma aula prática sobre a rotina dos trabalhos, testemunhando ao vivo a dificuldade para aprovar o parecer de um projeto, de autoria do deputado Zó (PCdoB), que versa sobre uma pauta antirracista.




Para a deputada Fabíola Mansur (PSB), é importante que a juventude venha para a política e não a política ser "demonizada", para que as pessoas sérias, que estão construindo seus sonhos, que precisam defender seus direitos, tenham um espaço democrático para conquistar mais educação de qualidade, saúde integral e emprego formal.



Laura Ramos, técnica da Escola do Legislativo, explica que os estudantes trouxeram propostas e projetos que vão ser debatidos e votados entre eles, posteriormente, já com o conhecimento de todo o processo realizado através da vivência parlamentar. Aqui, trocaram informações com os deputados e deputadas, acompanharam o ritual de acolhimento, tramitação nas comissões e aprovação do PL, presenciaram, enfim, o passo a passo da atividade legislativa. De manhã ou pela tarde, não vai faltar atividade para os estudantes, que nesta quarta-feira (11) deverão assistir a uma sessão extraordinária no Plenário Orlando Spínola. Será mais um momento de aprendizagem para todos os jovens que ficarão acomodados na Galeria Deputado Paulo Jackson. A servidora Laura elogiou o projeto Deputado Jovem Baiano. “É maravilhoso você ver a vivência de jovens que estão cheios de vida, interessados na política não como aquela forma pejorativa, mas de uma maneira saudável. Estamos felizes porque é isso que quer a Escola do Legislativo: desenvolver a cidadania e proporcionar o debate por parte da juventude”, concluiu.



Compartilhar: