Quarta-feira , 14 de Abril de 2021

MÍDIA CENTER

Ivana Bastos se congratula com povo de Matina

Publicado em: 07/04/2021 09:16
Setor responsável: Notícia

A deputada Ivana Bastos (PSD) destacou, na Assembleia Legislativa, a passagem do aniversário de emancipação política e administrativa do município de Matina, comemorada na última segunda-feira (5). Por meio de uma moção de congratulações, a parlamentar homenageou a cidade e enalteceu o fato de Olga Gentil ter vencido as últimas eleições municipais para prefeita.
“Foram anos de muitas lutas e muitos sonhos agora, com a graça de Deus, transformados em realidade. Esse grupo guerreiro, liderado por Olga, sempre trabalhou pelo desenvolvimento socioeconômico desse importante município baiano”, afirmou.
Ivana Bastos ainda ressaltou o trabalho que tem sido feito para a melhoria do município. Segundo a legisladora, diversas audiências públicas foram realizadas em Salvador para que fossem atendidos alguns pleitos da cidade. O trabalho conjunto com a prefeita Olga Gentil rendeu, inclusive, a autorização, por parte do secretário de Infraestrutura do Estado da Bahia, Marcus Cavalcanti, para a elaboração do projeto de execução de obras de pavimentação asfáltica da estrada que une Matina ao município de Riacho de Santana.
“Essa obra contribuirá para o escoamento da produção agrícola da região, bem como para o fomento do comércio local, garantindo também empregos e o desenvolvimento socioeconômico à população. Não mediremos esforços até ver essa obra concretizada. O trabalho não para”, disse Ivana.
Matina alcançou a emancipação política e administrativa por meio da Lei Estadual nº 4.852, de 5 de abril de 1989, desmembrando-se do município de Riacho de Santana. “Portanto, tem 32 anos de emancipação que são, efusivamente, comemorados pelos matinenses, já que se constitui numa das datas mais importantes para aquela gente trabalhadora e hospitaleira”, afirmou a parlamentar.
O município de Matina, localizado entre Guanambi e Riacho de Santana, tem como referências de médios centros urbanos, Guanambi e Bom Jesus da Lapa, cidades-sedes de bancos e de serviços administrativos estaduais e federais. Economicamente têm na agricultura familiar e no comércio de bens e serviços suas principais fontes econômicas diretas.


Compartilhar: