Segunda-feira , 30 de Novembro de 2020

MÍDIA CENTER

Bancada do PT promove sessão sobre conjuntura na América Latina e no Caribe

Publicado em: 17/11/2020 18:42
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
A Bancada do PT na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) promove, nesta quinta-feira (19), a partir das 15h, um encontro remoto com representantes de entidades da América Latina e do Caribe, para debater a realidade política eleitoral e as questões sanitárias da pandemia nesses países. Pensado como sessão especial, o evento – intitulado “América Latina e Caribe Urgente!” – será realizado através de sala de reunião virtual da plataforma Zoom e transmitido pela Internet. 

Segundo o líder da Bancada, deputado Marcelino Galo, a iniciativa foi motivada pelos processos eleitorais recentes nesse bloco de países, em meio à crise sanitária do coronavírus. “Queremos dialogar com as diversas realidades, analisando cada contexto com representações de organizações, movimentos e entidades da América Latina e Caribe. Precisamos compreender, mais do que nunca, como será o cenário pós pandemia para construção de uma nova realidade política, econômica, sanitária, ética e de solidariedade entre os povos latinos”, explica Galo.

A sessão especial tem o apoio do Fórum Popular da Natureza, da Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia, Assembleia Mundial pela Amazônia, Rede Espacio Sin Fronteras e Grito de los Excluídos Continental. O evento vai ser transmitido, ao vivo, pelo Facebook do líder do PT na ALBA, através do link www.facebook.com/marcelinogalopt.

Entre os convidados estão Gloria Ajpi Jalja, do Grito dos Excluídos Bolívia; Patricia Gainza, coordenadora do Fórum Social Américas das Migrações (Uruguai); Paulina Acevedo, jornalista especializada em Direitos Humanos e membro da Red de Medios de los Pueblos (Chile); Rosy Zúñiga, secretária-geral do Conselho de Educação Popular de América Latina e Caribe – CEAAL (México); Liliana Buitrago, do Observatório de Ecologia Política da Venezuela; deputado Martín Sereno, membro dos movimentos Evita MNS e Nacional Campesino Indígena (Argentina); Carlos Escudero, do Observatório de Meio Ambiente e Sociedade do Panamá – OBPAS; Armando De Negri Filho, médico e coordenador do Fórum Social Mundial da Saúde e da Seguridade Social; Luiz Bassegio, secretário do Grito dos Excluídos Continental; e Pedro Monzón, cônsul-geral de Cuba em São Paulo. 



Compartilhar: