Terça-feira , 16 de Julho de 2019

MÍDIA CENTER

DIRETO DO PLENÁRIO

Publicado em: 23/04/2019 23:01
Setor responsável: Notícia

Divulgação/AgênciaALBA
Antes da apreciação dos projetos na ordem dia, a tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) foi ocupada por vários deputados, que se revezaram em pronunciamentos sobre suas atividades parlamentares, ações do mandato ou defesa de propostas e pleitos diversos.


O deputado Aderbal Caldas (PP) usou seu tempo na tribuna para parabenizar o engenheiro civil Antônio Eduardo de Matos, que foi empossado como novo presidente da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS). “Ele conhece a instituição. Vejo o alvorecer de um mandato fecundo que se inicia na Cerb”, disse Caldas, se referindo a Matos, funcionário do órgão estatal. O legislador também elogiou o trabalho desenvolvido por Marcus Vinicius Bulhões, que deixa o posto após quatro anos na gestão da companhia.


Já o deputado José de Arimateia (PRB) manifestou preocupação com o crescimento em 322% no número de casos de dengue na Bahia. Para o republicano, o alto índice está atrelado à falta de saneamento básico na maioria dos municípios baianos. Ainda em sua fala, Arimateia chamou a atenção para o estudo que mencionou a existência de água contaminada por agrotóxicos em 271 cidades da Bahia. O legislador sugeriu convidar um representante da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para dar explicações no Legislativo.


O petista Jacó trouxe informações a respeito de um futuro hospital da rede pública de saúde do Estado que surgirá da adaptação da estrutura do antigo Hotel Marina Riverside, em Lauro de Freitas. Segundo ele, a unidade será um hospital especializado em cuidados prolongados com 100 leitos, com atendimento por demanda através da central de regulação. “O proprietário do hotel é a Desenbahia, de quem a Sesab está adquirindo o prédio no valor de R$ 12,6 milhões. O hotel é composto de centro de convenções e restaurante, área construída de 807 m², edificado sobre um terreno de 5.200 m²”, detalhou o parlamentar.


Por sua vez, o deputado Zé Raimundo (PT) referenciou as recentes datas simbólicas – 21 e 22 de abril – para contrapor ao momento atual do Brasil e do mundo. “Nos últimos doze anos, estamos vivendo a destruição destes pilares da liberdade, da igualdade, do estado democrático do direito”, disse o petista. Ele citou as revoluções liberais do final do século XVIII que inspiraram a Inconfidência Mineira: “Colocaram no túmulo da história o absolutismo e instaurou o momento extraordinário de implantação de sociedades baseadas na igualdade, na liberdade e no pleno direito e tratou o dia 22 de abril como resultado das grandes expansões europeias, que também sinalizavam o momento de derrocada do feudalismo, e abertura de uma nova etapa da humanidade com o racionalismo, o humanismo”. 

Em seu pronunciamento, a deputada Olívia Santana (PC do B) fez um clamor por justiça no caso do assassinato, no último dia 13, do fundador do Grupo Gay de Lauro de Freitas, Alessandro Bráulio Matos Fraga, servidor público de Lauro de Freitas. A comunista externou solidariedade aos familiares e amigos do ativista e solicitou ao secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, atenção especial na investigação. “Era uma pessoa muito querida, não só na cidade, mas em todo o movimento LGBT e de luta contra a homofobia”, disse.


Compartilhar: