NOTÍCIAS
Projeto de lei cria Semana de Orientação sobre a Toxoplasmose
Democrata disse que objetivo é promover a troca de conhecimentos e experiências sobre a doença

Compartilhe

O deputado Pedro Tavares (DEM) apresentou projeto de lei, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), que institui a Semana de Orientação sobre a Toxoplasmose, a ser celebrada anualmente na terceira semana do mês de agosto. O objetivo da proposta, conforme explicou, é promover a troca de conhecimentos, experiências e informações sobre o assunto entre profissionais, pacientes e a sociedade em geral, além de possibilitar que os profissionais ligados à área da saúde apresentem novos estudos e pesquisas sobre a doença.

 A toxoplasmose, ou a “doença do gato”,  como é popularmente chamada, é infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário encontrado nas fezes dos felinos, mas homens e outros animais também podem hospedar o parasita. A doença pode causar sintomas semelhantes aos da gripe em algumas ocasiões, mas, na maioria das vezes, as pessoas afetadas nunca desenvolvem sinais e sintomas. “Para crianças nascidas de mães infectadas e de pessoas com sistema imunológico enfraquecido, a toxoplasmose pode causar complicações sérias”, advertiu o parlamentar, ao justificar a proposta.

Por isso, acrescentou Tavares, a proposição tem como objetivo  conscientizar em especial as gestantes que, quando infectadas, transmitem a doença ao bebê por meio da placenta. “Se a mulher foi diagnosticada com a doença um pouco antes ou durante a gestação, as chances de ela passar a inflamação para o filho são de 30%, em média”, explicou ele, no documento.

O parlamentar chamou a atenção ainda para o fato de a doença ser transmitida principalmente por animal doméstico e, por isso mesmo, exigir orientação redobrada. “Recomenda-se que pacientes com problemas de imunidade baixa, em especial os portadores do vírus HIV, mulheres grávidas e as que planejam uma gravidez procurem um médico para realizar os exames necessários e saber se têm toxoplasmose ou não”, alertou o democrata. 

Da mesma forma, prossegue ele, se perceber sintomas como visão turva, confusão e perda da coordenação, talvez sejam sinais de toxoplasmose severa. “A ajuda médica, para esses casos, é imprescindível”, reforçou, concluindo: “Os exames para diagnóstico são importantes porque a doença passa frequentemente despercebida e, quando surgem sintomas, eles são muito parecidos com os da gripe e resfriado”. 
Divulgação/AgênciaALBA
  • Publicado em: 11/01/2019
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: