NOTÍCIAS
Aniversário de batalha em Itaparica é saudado na ALBA
Fabíola participou das festividades da importante data

Compartilhe

A deputada Fabíola Mansur (PSB) parabenizou a população de Itaparica pela passagem da data de aniversário da luta pela independência do Brasil ocorrida na ilha, celebrada no dia 7 de janeiro. De acordo com a parlamentar, em moção de aplausos apresentada à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), “são 196 anos do triunfo do povo simples e humilde sobre os portugueses”.

“O 2 de julho de 1823 começou no dia 7 de janeiro do mesmo ano. Pescadores, marisqueiros e lavadeiras lutaram em duras e sangrentas batalhas para expulsar os antigos colonizadores das terras da Ilha de Itaparica”, explicou a deputada. Segundo ela, pesquisadores contam que “a Batalha de Itaparica foi travada na então província da Bahia, nos dias 7, 8 e 9 de janeiro de 1823, pelo povo, o Exército Brasileiro e a Armada contra a Marinha e o Exército Português, durante a guerra da Independência do Brasil”.

   Fabíola lembra ainda que, apesar da Independência do Brasil ter sido proclamada em 7 de setembro de 1822, a luta armada prosseguiu na Bahia, com o enfrentamento da resistência portuguesa. Segundo a socialista, foi determinante para a vitória baiana a ação de Maria Felipa, heroína negra filha de Itaparica. Ela liderou um grupo de mulheres para seduzir e embriagar soldados portugueses. Depois disso, seu grupo, com apoio de homens da cidade, queimou inúmeras embarcações portuguesas.

“Com orgulho, participei neste 7 de janeiro do tradicional festejo em comemoração à Independência do Brasil em Itaparica, ao lado da prefeita Marlyda Barbuda e do almirante Almir Garnier Santos, comandante do Segundo Distrito Naval. Na oportunidade, inauguramos o Memorial da Independência no Brasil na Bahia, no Forte São Lourenço, fruto de uma parceria com a Marinha e que contou com emendas dos mandatos da senadora Lídice da Mata e do deputado federal Bebeto Galvão. Ali mergulhamos na história do nosso país, no processo de sua Independência, que se iniciou naquele local. Um trabalho que simboliza o heroísmo e a bravura da luta dos baianos”, declarou. 

Fabíola Mansur ainda recordou que, no livro Viva o Povo Brasileiro, do escritor João Ubaldo Ribeiro – filho ilustre de Itaparica –, essas importantes batalhas na ilha foram narradas de forma comovente. 
Divulgação/AgênciaALBA
  • Publicado em: 08/01/2019
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: