NOTÍCIAS
Mãe Stella de Oxóssí - Angelo Coronel lamentou morte da sacerdotisa
Presidente elogiou "exemplo de respeito ao próximo"

Compartilhe



O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Angelo Coronel (PSD), apresentou uma moção de pesar pela morte de Maria Stella de Azevedo Santos, popularmente conhecida como Mãe Stella de Oxóssí. De acordo com o deputado, Mãe Stella, falecida nesta quinta-feira (27), aos 93 anos, deixou um grandioso legado de sabedoria, trabalho e dedicação.  

“Mãe Stella nos engrandeceu diariamente pelo seu exemplo de respeito ao próximo através do culto aos nossos antepassados, identidades e à nossa história. Perenizará nas nossas memórias os seus grandes exemplos” , afirmou Coronel.  
   
Considerada uma das maiores ialorixás do Brasil, ela estava internada em um hospital do município de Santo Antônio de Jesus desde o dia 14 de dezembro, quando deu entrada com uma infecção. Nascida no dia 2 de maio em Salvador, Mãe Stella traz em seu legado grandes contribuições à história, cultura e memória para o povo da Bahia,  Brasil e do mundo através da disseminação e fortalecimento da “religião dos orixás “como ela mais chamava.     
  
Entre os grandes feitos de Mãe Stella de Oxóssí está a conquista do tombamento do Ilê Axé Opô Afonjá pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão ligado ao Ministério da Cultura. Foi reconhecida pela representação das religiões de matriz africana de diversas formas.  

Em 2005 e 2009 recebeu de forma consecutiva o título de doutor honoris causa pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Foi também agraciada, dentre muitas outras honrarias, com a Comenda Maria Quitéria, da Prefeitura de Salvador, com a Ordem do Cavaleiro, do Governo do Estado, e a Ordem do Mérito, do Ministério da Cultura.  

Em 2013, foi, de forma unânime, eleita titular da Academia de Letras da Bahia, tornando-se a primeira sacerdotisa de religião de matriz africana a ocupar o cargo. Mãe Stella disseminou suas ideias de maneira ampla. A ialorixá escreveu vários livros, dentre eles, o intitulado  “Meu Tempo é Agora”, através da Assembleia Legislativa da Bahia, no ano de  2010. Tinha também uma coluna no Jornal A Tarde e um canal no YouTube para divulgação de suas ideias.    
Divulgação/AgênciaALBA
  • Publicado em: 28/12/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: