NOTÍCIAS
Ângela Sousa felicita cidade de Itabela

A deputada Ângela Sousa (PSD) apresentou moção de congratulações pela passagem do 29º aniversário de emancipação político-administrativa do município de Itabela, ocorrido ontem, dia 13.

Em sua moção, a parlamentar  destacou o histórico da cidade, que teve seu início por volta do ano de 1962, uns 10 anos após a chegada da família Pereira nesta região. O sertanejo de Inhambupe (BA), João Pereira, a matriarca Jovina e os seis filhos se fixaram numa propriedade de 18 alqueires. Plantavam principalmente cacau, café e milho. Outros imigrantes chegariam e se estabeleceriam nas imediações da estrada que ligava Porto Seguro a Guaratinga.  

 A explicação oficial da origem do nome Itabela dá conta de que, no início, havia uma tabela com as distâncias de cidades na pequena venda de Sr. João, que comercializava com inúmeros tropeiros, que paravam para descansar. Daí, por consequência de várias cidades da região (a exemplo de Itabuna) terem o prefixo Ita no nome (que em tupi quer dizer “pedra”),  uniu-se os dois nomes, originando Itabela, que quer dizer “pedra bela”. 
A parlamentar também destacou que com o rápido crescimento do povoado, João Pereira dividiu suas terras. Em meados da mesma década houve o início da construção da BA-02, atualmente BR-101, e vários imigrantes capixabas chegaram na região. Nessa época teve início a exploração da madeira da Mata Atlântica, período que ficou conhecido como “febre do jacarandá”. Serrarias nasciam da noite para o dia, casas eram construídas num abrir e fechar de olhos, e os agricultores e pequenos produtores rurais, maravilhados com o emprego urbano, provocaram um imenso êxodo rural, na busca de melhores dias. 

Com o fim do ciclo da madeira, o desemprego atingiu níveis alarmantes. Os oriundos do meio rural não estavam preparados para viver na zona urbana. Alternativas promissoras economicamente foram surgindo, como o cultivo de mamão, café, cacau, maracujá. Paralelamente, a presença de pecuaristas veio determinar a rápida ascensão do povoado. 
  
 “Itabela foi distrito de Porto Seguro até 14 de junho de 1989, quando foi publicada a Lei Estadual nº 5.000, de 13 de junho de 1989, sancionada pelo então governador da Bahia, Waldir Pires, que decretou a emancipação e criação do município de Itabela”, concluiu Ângela Sousa.
Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 14/06/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: