NOTÍCIAS
Aderbal quer homenagear escritor Germano Machado

Com o objetivo de homenagear o escritor Germano Machado, servidor da ALBA que faleceu em 27 de dezembro de 2017, o deputado Aderbal Caldas (PP) apresentou projeto de resolução que cria o Selo Germano Machado nas publicações do Programa Alba Cultural, voltado exclusivamente para divulgar trabalhos produzidos por servidores e colaboradores  da Casa. “Por muitos anos fez parte do quadro de servidores da ALBA, onde sempre foi querido e admirado por todos, não apenas por sua invulgar cultura, mas pela maneira sempre gentil como se relacionava com os colegas”, justificou o deputado.

Natural de Salvador, Germano Dias Machado nasceu no dia 28 de maio de 1926. Formou-se na primeira turma do curso de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia, onde lecionou por muitos anos, assim como na Universidade Católica de Salvador e na Escola Técnica Federal da Bahia. Foi oficial de gabinete do governador Juraci Magalhães e durante o governo de Antônio Lomanto Júnior dirigiu a Imprensa Oficial da Bahia. Fundou e presidiu por mais de meio século o Círculo de Estudo, Pensamento e Ação (Cepa), entidade que abrigou muitos jovens que viriam a se destacar no cenário cultural baiano.

Escritor de raro talento, escreveu, entre outros trabalhos, Os Dois Brasis, Tempo Decorrido e Outros Tempos, Homens e Estruturas e Da Filosofia e do Filosofar: O Sentido do Viver Humano. Pertenceu à Academia de Letras e Artes Mater Salvatoris, à Academia de Letras e Artes de Salvador, à Academia Baiana de Educação, ao Grupo de Ação Cultural da Bahia — Gacba, e à União Brasileira de Escritores. “A criação do selo editorial é um oportuno reconhecimento aos valores de Germano Dias Machado”, completou Aderbal Caldas. 

Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 12/05/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: