NOTÍCIAS
Coronel exalta mapeamento do INEP sobre educação pública da Bahia em moção
Presidente da Alba disse que o governo estadual segue os princípios de Pitágoras, educando as crianças para não precisar punir os homens.

Os avanços alcançados pela educação pública do Estado, conforme o último Censo Escolar realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), no período de 2007 a 2015, foram destacados pelo deputado Angelo Coronel (PSD).


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) apresentou moção de aplauso à Secretaria Geral da Mesa, elogiando o trabalho do ex-governador na área e ressalvando a queda de 5,8 pontos percentuais na evasão escolar, a diminuição da repetência e um crescimento na taxa de aprovação, conforme o mapeamento do instituto nacional.


O INEP analisou os ensinos Fundamental, Médio e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), do período em que o Palácio de Ondina era dirigido pelo ex-governador Jacques Wagner. Chefe do Legislativo baiano, ao observar que os investimentos feitos na educação pública no período avaliado impactam positivamente hoje nos indicadores sociais do Estado, citou o filósofo e matemático grego Pitágoras (495 a.C): “Educai as crianças para que não seja necessário punir os homens”.


Angelo Coronel elogiou os programas do governo Educar para Transformar e o Todos pela Educação (TOPA) - que “já retirou mais de 1,5 milhão de pessoas da escuridão educacional”, além da adoção da educação em tempo integral.


Deputado enfatiza que o governador Rui Costa tem dado continuidade aos investimentos na educação, sobretudo com políticas públicas que tornam o ambiente escolar ainda mais interessante para o alunado. Ele citou os laboratórios de informática e ciência, bibliotecas equipadas e incentivo à capacitação do corpo docente, sem contar as atividades extraclasse, socioeducacionais, esporte, arte-educação, ciência, internet banda larga e outras.


Presidente da Alba, na moção de aplauso, chama a atenção também para outras iniciativas do atual chefe do Executivo estadual em favor do importante setor, a exemplo do fomento à educação tecnológica – com mais de 160 mil matrículas realizadas em 2018 -, o projeto de implantação de 83 Escolas Culturais, bem como a ampliação de cinco para 27 dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura na Bahia, encarregados do ensino da robótica.


O pessedista exalta o investimento do Governo da Bahia na formação educacional pública da juventude, lembrando que o Brasil já detém a terceira maior população carcerária do mundo – com cerca de 700 mil detentos -, e a educação ainda é a melhor forma de assegurar futuro decente à população.


O governador Rui Costa segue os ensinamentos de Pitágoras: educa as crianças para não precisar punir os homens”, disse, Coronel.



Foto: Vaner Casaes
  • Publicado em: 10/04/2018
  • Setor responsável: PRESIDENCIA
  • Compartilhar: