NOTÍCIAS
Coronel prega tolerância e diz que são inaceitáveis os números da violência homofóbica no Brasil
Presidente da Alba foi convidado pelo GGB a participar da coletiva de imprensa da 16ª Parada do Orgulho LGBTI da Bahia

O presidente da Assembleia Legislativa – ALBA, deputado Angelo Coronel (PSD), acompanhado de sua mulher Eleusa Coronel, participou no domingo (10.09), em Salvador, da coletiva de imprensa e da Premiação de Honra ao Mérito Cultural da Diversidade, no foyer do Teatro Castro Alves, em Salvador, eventos que integraram a 16ª Parada do Orgulho LGBTI da Bahia e VI Semana da Diversidade.


De forma veemente, na sua fala durante a coletiva de imprensa, Coronel pediu a adoção de políticas públicas de combate a toda sorte de violência de cunho homofóbico. “Isto deve constar na agenda de todos os poderes instituídos e constituídos do Estado da Bahia. A intolerância é inaceitável, com um morto a cada 25 horas no país. Só no ano passado foram 343 assassinatos por motivação homofóbica”, criticou Coronel.  

O chefe do Legislativo estadual destacou ainda que a Bahia sempre celebrou a diversidade e que todos têm o direito de buscar ser feliz ao lado de quem deseja e da forma que lhe convém. “Marcelo Cerqueira me fez o convite e estou aqui com muito prazer, porque o GGB é uma referência nacional e trincheira de luta no combate à homofobia”, pontuou.


Coronel salientou o papel das instituições para mitigar a violência homofóbica no país, e observou que “a ALBA está de portas abertas para debater e contribuir para fazer avançar todas as questões de gênero, inclusive através do Instituto Assembleia de Carinho – formado por deputadas e esposas de deputados - e coordenado por minha mulher, aqui ao meu lado, Eleusa Coronel - outra entusiasta em defesa da diversidade”, destacou Coronel. A presidente do Instituto Assembleia de Carinho foi uma das personalidades agraciadas pelo GGB com o Troféu Honra ao Mérito Cultural da Diversidade.


Com o tema “A Comunidade pede Paz” – inclusive defendendo a inclusão do “branco da paz” na bandeira do arco-íris LGBTI, a 16ª Parada do Orgulho LGBTI da Bahia teve como madrinhas a empresária Flora Gil e a humorista e blogueira Tia Má, além da presença de artistas como Karol Conka, Valesca Popozuda, Lorena Simpson, o Cortejo Afro, e o cantor Gerônimo Santana e a Banda Mont Serrat. 


Foto: Juliana Andrade
  • Publicado em: 11/09/2017
  • Setor responsável: PRESIDENCIA
  • Compartilhar: