NOTÍCIAS
Presidente pede Colégio Militar para Barreiras
Coronel salienta incentivo à disciplina e civismo de jovens

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Angelo Coronel (PSD), trabalha para implantar um Colégio da Polícia Militar no município de Barreiras, polo da agroindústria nacional e sede de microrregião econômica da maior importância para a economia baiana, responsável por cerca de um terço do Produto Interno Bruto (PIB) agrícola da Bahia. O parlamentar apresentou à Secretaria Geral das Comissões indicação ao governador Rui Costa, formalizando a solicitação nesse sentido, ressaltando a urgência desse pleito e a existência da infraestrutura para a instalação rápida desse equipamento.

Para o presidente da ALBA, a implantação de um colégio de excelência em Barreiras terá efeito positivo em duas áreas vitais, não apenas para Barreiras, mas para toda a região Oeste: Educação e Segurança. Entende que a implantação do Colégio da Polícia Militar ajudará a melhorar a qualidade de ensino, possibilitando aos jovens daquela área distante de Salvador acesso a uma escola pública de primeira linha, que alia a didática de ótima qualidade com disciplina e civismo.

Quanto à segurança pública, ele assegura que a simples implantação do equipamento amplia a presença ostensiva da Polícia Militar (e de seu efetivo), contribuindo para reverter os índices crescentes de ocorrências no município. No documento que protocolou no Legislativo, Coronel frisa a importância de Barreiras para a Bahia, enumerando dados do perfil econômico do município formado por 17,8% de agropecuária, 12,7% de indústria e 69,5% no setor terciário – venda de implementos agrícolas, fertilizantes, sementes e outros itens ligados à extração vegetal e animal, bem como o comércio em geral.

Presidente da ALBA lembrou que a importância da produção de oleaginosas e grãos (com parte significativa do esmagamento sendo realizado ali) como a soja, sorgo, mamona e milho entre outras culturas – o que potencializou a dinâmica econômica de Barreiras para o nível regional, beneficiando e integrando à produção municípios próximos como Angical, Catolândia, Cristópolis, Santa Rita de Cássia e outros como Formosa do Rio Preto, maior produtor de algodão do país.

Foto:Reprodução
  • Publicado em: 30/08/2017
  • Setor responsável: PRESIDENCIA
  • Compartilhar: